MT Par capacita colaboradores sobre legislação de licitações e contratos 

Ministrada pelo Professor Paulo Reis, a capacitação ocorreu nos dias 21 e 22 de novembro 

WhatsApp Image 2022-11-21 at 09.46.45.jpeg

A MT Participações e Projetos S.A (MT Par), sociedade de economia mista do Governo de Mato Grosso, promoveu uma capacitação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso nos dias 21 e 22 de novembro para as equipes dos Núcleos de Projetos Estratégicos e Projetos de Arquitetura, Engenharia e Obras da MT Par sobre o tema "Obras e Serviços de Engenharia, Contratação Integrada e Semi Integrada", com o intuito de capacitar os agentes de contratação.

A capacitação foi ministrada pelo Professor Paulo Reis, engenheiro civil e advogado, com mais de 40 anos de atividades na administração pública brasileira, especialmente em processos de contratação de obras, bens e serviços. 

De acordo com Reis, essa qualificação na contratação de obras e serviços da engenharia é muito importante. “Por se tratar de uma atividade de extrema responsabilidade, a qualificação vem no sentido de preparar os funcionários da MT Par para que os erros sejam evitados”, pontuou.

Começando pela etapa de planejamento, a qualificação passou pela condução da licitação nas suas diversas modalidades, e seguindo até a fase contratual, incluindo as novas nuances relativamente aos regimes de execução.

Reis ainda ressaltou que o aperfeiçoamento é sempre importante na medida que possibilita que as obras sejam executadas com mais tranquilidade, trazendo o melhor resultado para o Governo do Estado do Mato Grosso. 

Para Nina Bordoni, chefe do Núcleo de Projetos de Arquitetura, Engenharia e Obras da MT Par, nesta área, os novos conceitos e procedimentos estão presentes e por isso, é de extrema importância a capacitação e treinamento dos profissionais da equipe. 

“O curso mostrou-se enriquecedor e foi um privilégio assistir à palestra ministrada pelo especialista na área Paulo Reis. Entendo que, a partir deste treinamento, mostramo-nos detentores dos corretos procedimentos a serem seguidos no que tange os regimes de contratação integrada e semi-integrada, objetivando, portanto, maior celeridade nos contratos por vir e que sejam celebrados com a eficiência almejada”, afirmou.